Pensamento Político

Site do Laboratório de Pensamento Político – PEPOL/Unicamp

Realistas e engajados: a centralidade da política em Gramsci e Schattschneider

A nova edição da Revista Brasileira de Ciência Política, n. 25, publica o artigo de Camila Góes, pesquisadora do PEPOL.

GOES, Camila. Realistas e engajados: a centralidade da política em Gramsci e Schattschneider. Revista Brasileira de Ciência Política,  Brasília ,  n. 25, p. 133-166,  Jan.  2018 .

Resumo: Este artigo busca explorar em Antonio Gramsci e Elmer Eric Schattschneider as similaridades na forma com que abordaram a política em suas obras. Parte-se do pressuposto de que é possível afirmar que em ambos a política é entendida como vinculada necessariamente ao universo do conflito. Assumindo uma análise pautada pelo realismo e pela estratégia, tanto o marxista como o democrata recusaram a neutralidade e partiram de suas realidades efetivas para desenvolver interpretações dinâmicas do processo político. Buscaremos nas tradições italiana e norte-americana – de uma interpretação de Maquiavel no caso de Gramsci, e de James Madison no caso de Schattschneider – o modo com que as suas elaborações teóricas avançaram também como um meio de intervir em seus contextos políticos adjacentes.

Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-33522018000100133&=pt&nrm=iso&tlng=pt>.

Comments are currently closed.