Pensamento Político

Site do Laboratório de Pensamento Político – PEPOL/Unicamp

O campo e a guerrilha: considerações do movimento trotskista após a Revolução Cubana

A edição n. 27 da revista Outubro publica artigo de Isabella Meucci:

MEUCCI, Isabella. O campo e a guerrilha: considerações do movimento trotskista após a Revolução Cubana. São Paulo, Outubro, n. 27, nov. 2016, p. 159-189.

Resumo: o processo revolucionário cubano, que culminou na tomada do poder em 1959, promoveu questionamentos teóricos e práticos para aqueles que se posicionavam no espectro político das esquerdas. Para o movimento trotskista, alguns desses questionamentos poderiam contribuir para a confirmação de parte de suas teses, enquanto outros deveriam ser reinterpretados para as especificidades latino-americanas. Dentre todas as considerações advindas da Revolução Cubana, esse artigo priorizará o papel do campo e da guerrilha como elementos que, embora não fossem novos para análises revolucionárias, passaram a ter prioridade em detrimento de outros.

Disponível em <http://outubrorevista.com.br/o-campo-e-a-guerrilha-consideracoes-do-movimento-trotskista-apos-a-revolucao-cubana/>

Comments are currently closed.