Pensamento Político

Site do Laboratório de Pensamento Político – PEPOL/Unicamp

Caminhos cruzados: marxismo e nacionalismo no Brasil e no Peru (1928-1964)

A edição n. 106 da revista Lua Nova publica artigo de André Kaysel:

KAYSEL, A. Caminhos cruzados: marxismo e nacionalismo no Brasil e no Peru (1928-1964). São Paulo, Lua Nova, n. 106, 2019, p. 247-275.

Resumo: Este artigo aborda as relações entre o marxismo de matriz comunista e o nacionalismo popular em dois contextos: o Brasil, entre as décadas de 1950 e 1960, e o Peru, entre 1920 e 1930. Parto da hipótese de que foram essas duas correntes ideológicas concorrentes que, no período que vai do final dos anos 1920 até a Revolução Cubana, plasmaram o universo ideológico das esquerdas latino-americanas. Procurarei demonstrar como a relação entre comunistas e nacionalistas seguiu padrões opostos nos dois casos: do conflito à aliança, no contexto brasileiro, e de uma origem comum ao antagonismo, no peruano. Explicarei esses padrões divergentes, tanto pelas diferenças entre os contextos nacionais, como pelo distinto contexto internacional, em particular no que se refere ao movimento comunista. Com essa pesquisa comparada, procuro submeter à crítica as formulações da chamada “teoria do populismo”, que procurou explicar a derrota da esquerda brasileira em 1964 pela convergência entre comunistas e nacionalistas.

Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-64452019000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>

Comments are currently closed.